Raia à Pescador: Poço das Fontaínhas

Esta semana fomos a Setúbal, conhecer um prato tradicionalmente preparado pelos pescadores para seu consumo, num restaurante que há 19 anos se dedica a servir esta e outras especialidades de peixe sempre fresco e da melhor qualidade. Foi no restaurante Poço das Fontaínhas que provámos a Raia à Pescador.

O Sr. Vitor sempre esteve ligado ao mar. Desde muito novo ligado à Marinha, foi ao seu serviço que esteve muitos anos no mar. Enquanto estacionado aqui bem perto de Setúbal, entre outras funções, era também responsável pelo abastecimento dos mantimentos do navio. Vinha frequentemente à vila e assim ficou a conhecer aquele que pouco tempo depois passou a ser o seu restaurante.

Sendo-lhe difícil conciliar os dois ambientes, optou por dedicar-se em pleno à restauração e fazendo uso da sua personalidade extrovertida e comunicativa, bem como dos seus conhecimentos sobre o mar e o peixe, criou aquele que é um dos mais procurados restaurantes na frente ribeirinha daquela cidade do distrito com o mesmo nome.

Ali serve o melhor peixe e marisco que consegue encontrar, grelhados na perfeição, bem como outros pratos confeccionados como massa e arroz dos mais variados peixes, sem esquecer as carnes da melhor qualidade.

O Prato Português que lá fomos provar, conta-nos o Sr. Vitor, é oriundo da região de Aveiro, onde os pescadores o preparavam com os pedaços de peixe que ficavam nas redes e impróprios para venda. É um mais um exemplo da cozinha, a que sem querer tirar o mérito, se chama de chama de “cozinha dos pobres”, mas que tem actualmente (e não pelo actual contexto económico que vivemos) um lugar de destaque no nosso receituário. Afinal, quem o saberá preparar melhor do que aqueles que lhe dedicam a sua vida?

Veja mais fotografias aqui

No Poço das Fontaínhas costuma servir-se com raia, apanhada ali mesmo naquelas águas, mas também pode ser preparado com outras variedades de peixe. Assim, a raia fresquíssima que era, depois de limpa da pele e cartilagem que a caracterizam e cortada em filetes, é posta a cozer em água com sal, cebola, alho, tomate maduro e carnudo, e batata.

Findo esse tempo, retira-se a raia do caldo e serve-se numa travessa sobre os vegetais cozidos, coberto com cebola crua, cortada em rodelas muito finas e regado com um fio azeite e vinagre.

“O vinagre é muito importante para dar um sabor contrastado ao prato. Nós estamos habituados, mas para que não está, pode achar demais”, explica-nos antes de terminar a explicação dizendo que do caldo se pode fazer uma canja à pescador, com massa ou arroz que é servida com um pouco de hortelã, como a sua parente da terra.

Para acompanhar este prato, foi-nos recomendado um vinho branco da região de Setúbal de 2011. Feito com as castas Chardonay, Arinto e Fernão Pires, este vinho com um agradável aroma frutado, de corpo redondo e com um bom equilíbrio entre a doçura e a acidez revelou-se um óptimo acompanhamento para o suave sabor da raia, puxando pelo seu sabor avinagrado, sem se sobrepor à frescura do peixe.

A Raia à Pescador do restaurante Poço das Fontaínhas é um Prato Português muito interessante que tem o seu lugar mais do que merecido, como representante de uma faina que em tempos teve um papel tão importante na nossa cultura, e que ainda persiste. Mas é, também, um testemunho de como uma casa se faz: dando continuação às tradições e saberes do nosso povo e servindo apenas os melhores e mais frescos produtos disponíveis. Um delicioso prato a descobrir antes ou depois de conhecer os muitos outros que ali, com mestria, se preparam.

Restaurante Poço das Fontaínhas
Rua das Fontaínhas 98
2910-082 SETÚBAL
+ (351) 265 534 807
www.pocodasfontainhas.com

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *